Geração distribuída, eficiência energética e o consumidor final: propostas para a realidade brasileira - IEI - International Energy Initiative - Brasil
15663
page-template-default,page,page-id-15663,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.5,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Geração distribuída, eficiência energética e o consumidor final: propostas para a realidade brasileira

O fomento à Eficiência Energética (EE) e à Geração Distribuída (GD) tem motivos diversos: ambientais, sociais, econômicos e técnicos. Essas motivações sustentam o conteúdo deste projeto, financiado pelo Instituto Clima e Sociedade – iCS. Esta pesquisa busca fornecer as informações necessárias para as discussões sobre o presente e o futuro do setor elétrico brasileiro.

 

Para isso, este projeto analisa e reflete sobre o impacto da EE e da GD na tarifa dos consumidores finais, na geração de empregos, na arrecadação de impostos, nas receitas das concessionárias de distribuição de energia elétrica e na emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), além do percurso a ser feito rumo a uma economia sustentável e de baixo carbono.

 

No entanto, qual seria a magnitude desse impacto? Em quais níveis de inserção de GD e EE ele será percebido? Há formas de trazer seus benefícios aos consumidores e prossumidores (aqueles que também geram sua própria eletricidade) e ao mesmo tempo evitar a erosão de receita das concessionárias de distribuição de energia?

 

O que a experiência internacional mostra? Quais são os principais modelos de negócio utilizados para facilitar o acesso dos consumidores à GD e à EE e para evitar o desequilíbrio econômico-financeiro das distribuidoras? Quão expressivos seriam esses benefícios aos consumidores e prossumidores? Quão expressiva seria a redução de Gases de Efeito Estufa (GEE) com a aplicação massiva da eficiência energética e da geração distribuída? Esta pesquisa busca traçar alguns caminhos para essas questões.

 

Produtos

 

Na lista de produções estão relatórios de pesquisa, um livro, textos de discussão, um simulador, a realização de oficinas, além da elaboração de notícias, reportagens e vídeos de divulgação científica ligados aos temas de pesquisa do projeto.

 

Livro – O primeiro relatório produzido pelo projeto foi transformado no livro Geração Distribuída e Eficiência Energética: Reflexões para o Setor Elétrico de Hoje e do Futuro destinado ao consumidor de eletricidade. A publicação ganhou edição digital e impressa. O download gratuito pode ser feito aqui.

 

Simulador – O Simulador de Impacto Tarifário permite medir os efeitos integrados da inserção de eficiência energética e geração distribuída fotovoltaica no setor elétrico brasileiro. O Simulador possibilita o cálculo dos seguintes indicadores: tarifa residencial, arrecadação fiscal, receita da distribuidora, emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) e geração líquida de empregos. Acesse o Simulador.

 

Textos de Discussão O texto Geração Distribuída, Eficiência Energética e o Consumidor Final: Propostas para a Realidade Brasileira, ligado a esta pesquisa, inaugurou a série de Textos de Discussão sobre Energia publicada pela IEI Brasil. Além deste, outros quatro textos de discussão já foram produzidos a partir deste projeto: Análise do Valor Agregado e de Mudanças Tarifárias para a Inserção de Geração Distribuída e de Eficiência Energética no Setor Elétrico BrasileiroImpactos da Inserção de Geração Distribuída Fotovoltaica e de Eficiência Energética no Setor Elétrico Brasileiro: Metodologia, Cenários e ResultadosO Avanço da Geração Distribuída, da Eficiência Energética e de Outros Recursos Distribuídos: Possíveis Soluções e Experiências no Brasil e em Outros Países; e Maior disseminação de Recursos Energéticos Distribuídos (REDs): sugestões para mitigar impactos tarifários e orientações para uma nova política energética.

 

Oficinas – Foram realizadas três oficinas ao longo do projeto. O conteúdo de cada uma delas pode ser acessado na seção Oficinas.