Kigalinha

A  websérie de animação Kigalinha tem como protagonista uma galinha ciborgue que vem do futuro com a missão de buscar ajuda para evitar as consequências do aquecimento global no planeta. No Rio de Janeiro, em 2019, Kigalinha encontra Chico, um jovem cheio de energia e com muito potencial. Ela vai dar a Chico uma missão muito importante ao longo da história.

 

Episódio 1

 

Kigalinha chega do futuro e explica para Chico o que é o aquecimento global e as suas consequências para o planeta, como a intensificação dos eventos climáticos. A galinha ciborgue fala também sobre o que é o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) e sua importância para as pesquisas sobre mudanças climáticas e para mostrar o aquecimento do planeta ao longo dos anos.

 

 

Episódio 2

 

Kigalinha leva Chico para a Amazônia de 2050 para que ele veja com os próprios olhos os efeitos do aquecimento global se nada for feito.

 

 

Episódio 3

 

Kigalinha conhece a casa do Chico e os hábitos nada conscientes do garoto ao utilizar aparelhos elétricos como o ar-condicionado.

 

 

Episódio 4

 

Levado por Kigalinha, Chico conhece um hackerspace, onde uma nova personagem se apresenta.

 

 

Episódio 5

 

O grupo busca um tema para o próximo vídeo do canal. Os gases refrigerantes dos aparelhos de ar condicionado viram assunto (e motivo de piadas de gosto duvidoso).

 

 

 

Episódio 6

 

Chico procura Kigalinha para pedir ajuda e se vê diante de um desafio: ele vai aceitar ou recuar?

 

 

Mais sobre Kigalinha

 

Kigalinha é uma websérie de animação do IEI Brasil, resultado de um projeto desenvolvido com o apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS). O nome da protagonista faz referência à Emenda de Kigali ao Protocolo de Montreal, uma importante medida assinada por mais de 170 países, entre eles o Brasil, para reduzir gradualmente a produção e o uso dos hidrofluorcarbonetos (HFCs), substâncias que causam o efeito estufa. Os HFCs têm potencial de aquecimento global até 15 mil vezes maior do que o principal gás de efeito estufa, o gás carbônico (CO2). A maior parte dos HFCs no Brasil é usada como fluido refrigerante no setor de refrigeração, principalmente em aparelhos de ar condicionado.

 

No Brasil, a Emenda de Kigali ainda não foi ratificada para ter efeito de lei: ela aguarda ser votada na Câmara dos Deputados há mais de dois anos. A Rede Kigali, conjunto de organizações do qual o IEI Brasil faz parte, trabalha, entre outros temas relacionados, pela ratificação da Emenda de Kigali no Brasil. Saiba mais em: http://kigali.org.br

 

O primeiro episódio da websérie foi lançado no dia 16 de março de 2022, Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas.