Home - IEI - International Energy Initiative - Brasil
14897
home,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-14897,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.5,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

O NOSSO OBJETIVO PRINCIPAL É …

Iniciar, fortalecer e avançar a energia para o desenvolvimento sustentável que equilibre eficiência econômica com equidade social e sustentabilidade ambiental.

Últimas Postagens

ESTRATÉGIAS

Para cumprir seus objetivos, utiliza-se das seguintes estratégias com foco nos países em desenvolvimento

QUALIDADE ENERGÉTICA

Disseminar uma abordagem na qual o nível e a qualidade dos serviços energéticos oferecidos são tomados como medidas de desenvolvimento, mais do que a magnitude do consumo e suprimento

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Melhorar os serviços energéticos por meio de medidas de eficiência energética do lado da demanda e aumento no uso de tecnologias mais limpas

BENEFÍCIOS PÚBLICOS

Garantir que as reformas de mercado e a liberalização das indústrias de energia elétrica e de petróleo sejam acompanhadas por medidas que expandam e garantam a provisão de benefícios públicos

ENERGIA SUSTENTÁVEL

Realizar esforços para inserir os importantes aspectos para promoção da energia sustentável nas questões políticas, de regulamentações, institucionais, de financiamentos e de gerenciamento

PROJETOS ENERGÉTICOS

Iniciar e fortalecer a capacidade de análise, troca de informações, discussão e implantação de projetos na área de energia

planning-512

PROJETOS

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA, EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E O CONSUMIDOR FINAL: PROPOSTAS PARA A REALIDADE BRASILEIRA

 

 

Até o momento a remuneração das concessionárias é basicamente realizada através das vendas de eletricidade dos kWh aos seus consumidores. Qualquer investimento realizado nos seus clientes que possa implicar em riscos para diminuir sua receita não terá interesse para a concessionária. Este é o caso da eficiência energética (EE) e geração distribuída (GD).

 

 

Este projeto de dois anos tem o desafio de considerar um sistema possível de remunerar a empresa que não seja impactado negativamente. Mesmo quando essa redução de receita seja distribuída na sua área de concessão possa não lhe representar benefícios financeiros imediatos. Ainda, que traga, do ponto de vista do consumidor, benefícios de médio e longo prazo na redução de tarifas, mesmo quando ele não participa diretamente de investimentos em EE ou GD.

revolucao-energetica