IEI Brasil lança Monitor de Eficiência Energética em evento na Unicamp - IEI - International Energy Initiative - Brasil
18792
post-template-default,single,single-post,postid-18792,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.5,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

IEI Brasil lança Monitor de Eficiência Energética em evento na Unicamp

IEI Brasil lança Monitor de Eficiência Energética em evento na Unicamp

Tempo para leitura: 3 minutos

Na terça-feira, dia 18 de junho, o International Energy Brasil – IEI Brasil lançou o portal Monitor de Eficiência Energética  – MonitorEE, na Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp. A plataforma objetiva reunir dados, indicadores e análises de eficiência energética (EE) para acesso público e gratuito. O propósito é dar transparência às informações sobre eficiência energética no Brasil e acompanhar o desempenho, o progresso e as iniciativas da área no país.

O MonitorEE é resultado de um projeto desenvolvido pelo IEI Brasil, financiado pelo Instituto Clima e Sociedade – iCS e apoiado pelo Procobre – Instituto Brasileiro do Cobre. O projeto teve a parceria, na sua execução, da empresa de consultoria Mitsidi Projetos e de outras três instituições com tradição nos estudos sobre eficiência energética: o Centro de Excelência em Eficiência Energética (Excen) da UNIFEI, o Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (Nipe) da Unicamp e o Laboratório de Eficiência Energética em Edificações (LabEEE) da UFSC.

Como a área de eficiência energética é bastante diversa, seja no número de setores e no número de equipamentos de uso final, o MonitorEE tem uma natureza modular. Nesse primeiro momento, no módulo 1, foram disponibilizados no site um subconjunto dos Programas de Eficiência Energética (PEE) de todas as concessionárias do Brasil, no período de 2008 a 2013, que foram concluídos e aprovados de forma oficial pela Aneel. Os dados foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

Importante destacar que a plataforma está em fase final de inserção de dados e de indicadores. Em breve todas as categorias e informações estarão disponíveis para consulta.

“Com isso, a gente consegue comparar a quantidade de kWh que foram economizados, nas mais diversas concessionárias. Podemos agregar esses dados em termos de estado, de região e fazer comparações. Eram informações que não estavam disponíveis antes e que são investimentos realizados por meio de uma taxa que todos nós pagamos na tarifa de eletricidade”, avalia o coordenador do MonitorEE, Gilberto Jannuzzi.

Logotipo oficial do MonitorEE

O evento, que reuniu cerca de 40 pessoas, contou com representantes estratégicos da área de eficiência energética no Brasil. Na cerimônia de abertura, além do coordenador do portal, Gilberto Jannuzzi, estiveram presentes a coordenadora geral de eficiência energética do Ministério de Minas e Energia (MME), Samira Sana Fernandes de Sousa Carmo; o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel; a pesquisadora  Kamyla Borges da Cunha, do Instituto Clima e Sociedade (iCS), financiador do portal; Glycon Garcia, diretor-executivo do Instituto Brasileiro do Cobre – Procobre Brasil, apoiador do MonitorEE e o pesquisador Roberto Lamberts, do Laboratório de Eficiência Energética em Edificações (LabEEE) da UFSC, consultor do portal.

Na sequência, Rodolfo Gomes, pesquisador da IEI Brasil, e Hamilton Ortiz, sócio e consultor da Mitsidi Projetos, coordenadora técnica da plataforma, apresentaram a interface e as funcionalidades do MonitorEE ao público. A solenidade de abertura e a apresentação do portal tiveram transmissão ao vivo pela página do IEI Brasil no Facebook e o vídeo pode ser assistido na íntegra aqui.

Na segunda parte do evento foi realizada a roda de debate: “A importância dos mecanismos de avaliação de eficiência energética no Brasil”. A discussão, mediada por Alexandre Schinazi, da Mitsidi Projetos, contou com a presença da Samira de Sousa Carmo, do MME; do Superintendente de Estudos Econômicos e Energéticos da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Jeferson Borghetti Soares; da coordenadora executiva do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Teresa Liporace; do gerente do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (PROCEL), Marcel da Costa Siqueira; da Kamyla Borges da Cunha, do Instituto Clima e Sociedade; do professor Sérgio Bajay, do NIPE/Unicamp e do pesquisador Luiz Carlos Pereira da Silva, do Campus Sustentável/Unicamp.

Clique aqui e confira a notícia completa no site do MonitorEE